domingo, 1 de março de 2015

Dia um na cozinha... Tortas!

Gosto de tortas. A minha preferida é a de laranja. Quando vi que o tema deste mês do grupo "Dia um... Na cozinha!" era "tortas doces" sabia que tinha de participar.

O difícil numa torta, para mim, é encontrar o tabuleiro certo. Esta ficou finíssima. Porque usei um demasiado comprido. Devia ter feito o dobro dos ingredientes.

Apesar do aspeto não ser o mais apelativo garanto-vos que de sabor é ótima e o sumo da tangerina fez a diferença.

Para mim o único defeito das tortas é que acabam num instante, não acham?

____________________________

Torta de tangerina e laranja


Ingredientes:

- 5 ovos L (340 gr)

- 80 gr de sumo de tangerina (5 pequenas)

- 200 gr de sumo de laranja (2 grandes)

- 1 colher de sopa de @Maizena

- 250 gr de açúcar

- 50 gr de manteiga


Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º.

Unte um tabuleiro para torta com manteiga e forre com papel vegetal. Volte a untar.

Misture a Maizena com o açúcar. Junte o sumo de laranja e tangerina e misture bem. Adicione os ovos e a manteiga derretida e misture bem uma vez mais.

Verta no tabuleiro e leve ao forno por 30 minutos.

Estenda um pano da cozinha sobre a bancada e vire a massa cozida sobre o mesmo. Retire o papel vegetal com cuidado.

Enrole a torta e deixe arrefecer dentro do pano e transfira para uma torteira depois de fria.

Nota: a minha ficou fininha... Usei um tabuleiro demasiado grande, mas era já tarde demais para corrigir.

_____________________________

 

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Comida marroquina

Hoje trago uma receita de frango deliciosa. Cá por casa é uma das carnes que mais cozinhamos e ando sempre à procura de novas receitas para experimentar. As raízes desta receita são marroquinas e a inspiração veio dos limões de conservas que estão finalmente prontos a utilizar!

Há dois meses que esperava por eles e finalmente dei uso a uns poucos. Gostamos tanto que já começo a magicar ideias para os restantes que sobraram. Até porque depois do frasco aberto não podemos demorar muito tempo a utilizá-los e não conto deixá-los estragar.

A receita é simples e inspirada no mesmo livro – "O livro essencial da cozinha mediterrânica". Como é habitual, a ideia surgiu de lá mas pouco, ou muito pouco tem, a ver na sua versão final. Não quis, no entanto, deixar de partilhar a fonte de inspiração. É incrível o conjunto de receitas que são a transcrição da receita original do livro e que estão espalhadas pela blogosfera sem que sejam atribuídos os respetivos créditos… Mesmo não sendo sequer parecida, não podia deixar de referir a fonte.

___________________________

Frango no forno com limão de conserva e azeitonas

[serve 2 pessoas]


Ingredientes:

- ½ frango do campo

- 1 cebola

- 2 dentes de alho

- ½ cubo de caldo de galinha

- 1 colher de chá bem cheia de Ras-el-Hanout*

- ½ colher de chá de canela em pó

- 1 mão cheia de azeitonas verdes

- 2 limões de conserva

- azeite qb

- farinha qb

- 1 folha de louro

- sal qb

- coentros qb


Preparação:

Aqueça o forno a 180º.

Tempere o frango, cortado em pedaços, com um pouco de sal e o Ras-el-Hanout e reserve (não exagere no sal porque o limão de conserva é apaladado assim como o caldo de galinha).

Numa frigideira coloque um pouco de azeite e aloure o frango passado previamente por um pouco de farinha. O objetivo não é panar o frango, mas retirar o excesso de água que possa ter e ajudar a alourar. Assim que todas as partes do frango estejam com uma cor dourada retire e adicione a cebola cortada em luas e os alhos laminados. Deixe alourar ligeiramente.

Adicione os pedaços de frango, as azeitonas, o limão de conserva, a canela em pó e o cubo de galinha diluído num pouco de água morna (usei cerca de 250 ml). Caso tenha caldo de galinha caseiro é sempre preferível…

Regue o frango e deixe levantar fervura. Coloque numa assadeira de forno, distribua o limão de conserva e leve ao forno por cerca de 45 minutos ou até verificar que a carne está cozinhada. Se o molho secar, junte um pouco mais de líquido.

Sirva polvilhado com coentros picados e acompanhe com um couscous bem aromático, se for fã.


* Nota 1: O ras-el-Hanout é uma mistura de especiarias marroquinas assim como o caril é uma mistura de especiarias indiana. Quero com isto dizer que cada fabricante, cada vendedor tem um ras-el-hanout diferente, dependendo da quantidade que coloca de cada. A verdade é que a base tem normalmente sal, cominhos, gengibre, açafrão, canela, pimenta branca, pimenta preta, pimenta de caiena, pimenta da Jamaica e cravinho, todos moídos, mas poderá ter uma mistura de mais de 100 outras especiarias. Podem consultar este blog onde falam sobre o tema e onde podem adquirir - http://flordetavira.blogspot.pt/2010/10/ras-el-hanout-mistura-de-ervas-e_27.html. O meu ras-el-hanout trouxe-me um amigo das praças coloridas de Marrocos.

Nota 2: Para quem não quer comprar, pode simplesmente substituir por uma colher de chá de mistura de gengibre em pó e açafrão.

______________________

Receita inspirada no livro "O livro essencial da cozinha mediterrânica".

______________________

 

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Bolo de natas

As minhas ausências por aqui têm sido cada vez maiores. O trabalho não dá tréguas e tudo o resto também não…

Para festejar o meu aniversário com os colegas de trabalho lá consegui aproveitar um dia à noite, enquanto a miúda brincava no quarto e o jantar estava adiantado, para fazer dois bolinhos – um para a minha área e outro para a área do Mário, companheiros das horas de almoço em torno da marmita.

Mas os dias anteriores tinham sido de passeio e mal tive tempo para me organizar. Só tinha 6 ovos no frigorífico para fazer 2 bolos. Lá andei a olhar para os armários e encontrei também dois pacotes de natas quase a saírem da validade. E um limão na fruteira. E lembrei-me de fazer esta experiência.

A verdade é que saiu muito bem. Com uma cor muito amarelinha (que as fotos não favorecem muito) e um sabor bem delicioso e caseiro. E foi muito apreciado pelos pouco gulosos e os muito gulosos e só por esta vez ficou perdoado o bolo não ser de chocolate…

Desculpem as fotos serem tão manhosas, mas não houve tempo para sessões fotográficas mais aprimoradas e quando consegui tirar umas fotos já quase todo tinha acabado. O que é sempre um bom sinal.

_______________________________

Bolo de natas


Ingredientes:

- 3 ovos granditos caseiros (faz toda a diferença)

- 1 pacote de natas light/soja/normais o que quiserem

- raspa e sumo de meio limão

- 1 colher de chá de fermento para bolos

- 300 gr de açúcar

- 200 gr de farinha para bolos


Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º.

Bata as natas com o sumo e a raspa de limão. Junte o açúcar aos poucos, batendo sempre. Junte os ovos um a um, batendo bem entre cada adição. Vai obter um creme fofo e alto.

Junte a farinha e o fermento peneirados, sem bater muito, apenas envolver.

Unte uma forma e polvilhe com farinha. Leve ao forno 30 minutos ou até fazer o teste do palito e ele sair limpinho. Abra o forno e deixe arrefecer o bolo por uns 15 minutos. Desenforme ainda morno e, quem gostar, polvilhe com um pouco de açúcar em pó depois de frio.

_______________________

 

 

 

 

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Dia um... Na cozinha! - vegetariano

Depois de um interregno de dois meses, tinha de participar nesta edição do "Dia um... na cozinha! O tema é comida vegetariana e seria impensável faltar, eu que fui vegetariana durante bastantes anos e ainda hoje adoro este tipo de comida.

Gosto das texturas, das cores, dos aromas que normalmente se combinam com os vegetais. É uma forma de comer riquíssima e não quis deixar de dar o meu contributo.

Acabamos de testar estes hambúrgueres e posso garantir-vos que estavam deliciosos.

_________________________

Hambúrguer de lentilhas

[faz 4 hamburgueres]


Ingredientes:


Para o pão:

- 550 gr de farinha T65

- 100 gr de água

- 180 gr de leite

- 1 colher de chá de açúcar

- 1 colher de sopa de sal

- 1 colher e meia de chá de levedura seca

- 1 ovo M

- 30 gr de manteiga

- sementes de Sésamo qb


Para o hambúrguer:

- 350 gr de lentilhas cozidas e escorridas

- 100 gr de cenoura

- 100 gr de espinafres

- 1/2 alho francês

- 1/2 cebola

- azeite qb

- sal qb

- 100 gr de farinha de aveia + qb para moldar


Para o tzatziki:

- 4 iogurtes naturais

- 1 colher de chá de garam massala

- 1 colher de chá de sementes de mostarda

- sal qb

- 1 tomate pequeno

- 1/2 pepino


Preparação:

Comece pelo pão. Coloque o leite, a água e o açúcar e o fermento no copo da Bimby e programe 2 minutos, 37º, velocidade 2. Junte a farinha, o ovo e a manteiga derretida. Programe 2 minutos e meio, velocidade espiga. Retire a massa e deixe levedar por 1 hora. [Se não tiver Bimby, aqueça o leite com a água, não em demasia e dissolva o fermento e o açúcar. Junte os restantes ingredientes, excepto as sementes de Sésamo e amasse até obter uma massa homogénea.]

Forme 10 bolinhas e coloque num tabuleiro e leve ao forno a 40º para levedar um pouco mais (30 minutos). Findo o tempo aqueça o forno a 200º.

Pincele cada bolinha com um pouco de água e polvilhe com sementes de Sésamo a gosto. Leve o forno por 15 minutos ou até ficar cozido. Deixe arrefecer.

Para fazer o tzatziki comece por alourar as especiarias numa frigideira. Abra os iogurtes para dentro de um pano fino de algodão. Esprema até tirar todo o soro. Limpe o tomate de sementes e corte em cubos pequenos. Retire o máximo de água. Faça o mesmo ao pepino (limpo de casca e sementes). Junte ao iogurte, assim como as especiarias. Mexa bem e tempere com sal a gosto. Reserva no frio até ao momento de servir.

Faça os hambúrgueres. Rale a cenoura e pique a cebola e o alho francês. Junte numa frigideira com um fio de azeite e cozinhe até que estejam moles (8 minutos). Adicione os espinafres ripados e tempere.

Esmague as lentilhas com um garfo e junte ao preparado anterior. Junte a farinha de aveia (num robot de cozinha processei flocos de aveia até obter farinha). Dívida em quatro porções e com o auxílio de um pouco mais de farinha de aveia molde os hambúrgueres e coloque no frigorífico por 20 minutos.

Numa frigideira bem quente untada com um pouco de azeite passa os hambúrgueres até ficarem lourinhos.

Abra os pães de hambúrguer ao meio e coloque uma folhas de espinafres crus, o hambúrguer de lentilhas e molho tzatziki por cima. Delicie-se...


Nota: Estes pães de hambúrguer são ótimos e valem a pena ser feitos. Normalmente congelo-os e tenho sempre prontos a usar. Mas caso não queira ter trabalho, ou não tenha tempo, os que se vendem no Lidl são deliciosos também.

_________________________

 

 

 

 

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Sweet Chili

No outro dia reparei que cá em casa se come demasiado frango. Na verdade é a única carne que como verdadeiramente com satisfação, mas fiquei preocupada porque nessa semana em concreto tinha contado 6 refeições de frango! Acho que qualquer dia não falamos, cacarejamos…

Enquanto penso um pouco no tema e tento reduzir a quantidade de frango comido cá em casa, deixo-vos uma receita que adoramos cá por casa. Um frango assado com molho de sweet chili.

Não sou fã de molhos comprados, como já tive oportunidade de dizer. Mas no outro dia provei num restaurante uns camarões salteados com molho sweet chili. O sabor exótico deixou-me muito surpreendida, ora ligeiramente doce, ora ligeiramente picante. Muito equilibrado e saboroso.

Assim que encontrei este molho no Jumbo, resolvi experimentá-lo em frango. Atenção que existem vários níveis de picante (inscritos nas embalagens de compra). Comprei o mais suave.

A pequena aprovou, o marido aprovou, eu aprovei, por isso… É para repetir!

Sendo o frango uma carne muito versátil gosto de lhe adicionar sabores novos. Estes resultaram lindamente.

_______________________

Pernas de frango no forno com molho sweet chili

[serve 4 pessoas]


Ingredientes:

- 4 pernas de frango do campo com pele (perna e coxa)

- 3 colheres de sopa de molho sweet chili

- 2 colheres de sopa de massa de pimentão

- cogumelos qb

- 4 dentes de alho

- azeite qb

- salsa para finalizar


Preparação:

Misture o sweet chili com o pimentão e os dentes de alho esmagados e barre as pernas de frango. Deixe marinar por 30 minutos. Não adicionei sal porque a massa de pimentão (caseira) leva sal. Se preferir junte um pouco.

Pré-aqueça o forno a 200º.

Num pirex ou tabuleiro de forno coloque um fio de azeite e distribua as pernas de frango e os cogumelos cortados em quartos.

Leve ao forno por 40 minutos ou até a pele estar torradinha. Se a carne não estiver ainda cozinhada, reduza a temperatura do forno, tabe o tabuleiro com papel de alumínio e deixe cozinhar mais 15 a 20 minutos.

O molho que fez foi da gordura da pele. Caso verifique que começa a ficar sem líquido, pode juntar um pouco de água ou vinho branco.

Sirva com salsa polvilhada.

Bom apetite!

_______________________

 

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Bacalhau confitado

Confitar parece um termo complicado, mas na verdade é simplesmente um nome pomposo para uma técnica de cozinhar que para mim só tem de desvantagem a morosidade. É basicamente cozer com recurso a uma gordura, neste caso, o azeite. Como o objetivo é cozer e não fritar, vai cozinhar o bacalhau a baixa temperatura e por isso demora cerca de 1 hora, hora e meia.

Resolvi experimentar pela primeira vez e gostei. Gostei porque ficou suculento e com um aroma delicioso aos temperos que adicionei ao azeite. Fiquei fã. Claro que não é algo para fazer na correria do dia-a-dia, mas sem duvida para fazer num daqueles dias preguiçosos em que adoro cozinhar a desejo...

Se não lhe apetecer esperar tanto tempo para servir o jantar, pode simplesmente assar o bacalhau na grelha ou no forno e proceder com o resto da receita. A mistura do feijão verde com o ovo escalfado e o bacalhau é fantástico. Regue tudo com azeite aromatizado.

______________________

Bacalhau confitado com feijão-verde e ovo escalfado

[serve 2 pessoas]


Ingredientes:

- 2 postas de bacalhau demolhadas

- feijão-verde qb

- 2 ovos

- casca de meia laranja

- 1 folha de louro

- 2 + 2 dentes de alho

- 3 ou 4 grãos de pimenta

- sal qb

- azeite qb


Preparação:

Elimine a pele ao bacalhau e abra as postas ao meio de maneira a tirar a espinha do meio. Num tachinho coloque os lombos de bacalhau e adicione azeite até meio das postas. Junte a casca de laranja, dois dentes de alho com a pele, a folha de louro e os grãos de pimenta.

Leve ao lume mínimo de maneira a que nunca levante fervura e vá cozinhando em lume muito brando cerca de 1 hora ou até que os lombos de separem bem. Reserve.

Coza o feijão-verde (usei uma mistura de vagens de feijão catarino e vagens de feijão roxo) até que fique al dente. Reserve.

Numa frigideira pique os restantes dentes de alho e junte um fio de azeite. Salteie o feijão-verde. Reserve.

Coloque água a ferver temperada de sal e assim que levantar fervura escalfe dois ovos até que estejam no ponto que deseja. Eu cozi apenas uns 3 a 4 minutos, o suficiente para a clara cozer e a gema ficar líquida.

Num prato de servir, coloque o feijão verde salteado, os lombos de bacalhau separados e o ovo escalfado. Regue tudo com o azeite que utilizou para confitar o bacalhau.

________________________

 

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Leite em pó

Desde que deixei de consumir diariamente lacticínios fiquei com um problema por resolver – usar todo o leite em pó que tenho em casa. Pesquisando um pouco na internet percebi que no Brasil fazem muito um pudim feito com leite em pó.

Vi uns poucos de sites/blogs e o aspeto pareceu-me delicioso em todos eles. Assim que pude pus mãos à obra e ainda bem que o fiz.

Fica muito para além de bom. É realmente uma delicia. Muito cremoso e com os aromas que lhe adicionei, muito aromático também.

Experimentem esta minha versão e depois contem-me como foi, sim

_____________________

Pudim de leite em pó

[fez 6]


Ingredientes:

- 2 ovos L

- 140 gr de leite em pó (usei Molico magro)

- 200 gr de açúcar

- 360 gr de água

- raspa de 1 limão

- 1 colher de café de canela

- 5 gr @Maizena

- caramelo líquido a gosto


Preparação:

Colocar todos os ingredientes no copo da Bimby e programe 1 minuto, velocidade 5.

Verter um pouco de caramelo em cada uma das forminhas de pudim e distribuir o preparado pelas tacinhas.

Coloque 1 litro de água no copo da Bimby e aplique a varoma com as tacinhas. Programe 35 minutos, velocidade 3.


Alternativa de Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º e coloque um tabuleiro com água pra fazer um banho-maria.

Misture todos os ingredientes até obter uma mistura bem homogénea.

Verter um pouco de caramelo em cada uma das forminhas de pudim e distribuir o preparado pelas tacinhas.

Leve ao forno a cozer em banho-maria cerca de 30 minutos.

_____________________