domingo, 17 de maio de 2015

Nutella

Adoro chocolate. Chocolate com nozes, com passas, com amêndoas, com bolacha, em bolos, em tartes, em gelado, em bebidas, enfim! Uma tentação.

A única forma em que gosto menos do chocolate é na sua versão mais saudável – chocolate negro… Pois está claro. Gulosa!

Quando provei pela primeira vez Nutella confesso que me arrependi. Chocolate e avelãs é de todas as combinações a que mais me agrada e quem sabe se nunca tivesse provado Nutella não teria jamais sentido necessidade de a ter SEMPRE em casa. Os frascos maiores desaparecem num instante e mesmo a pequena, que diz não gostar de chocolate, não resiste a uma boa colherada que vai lambendo aos poucos, saboreando até ao fim.

Para além do facto de não fazer grande bem à saúde, também não faz grande bem à carteira comprar um frasco todas as semanas. Por isso decidi experimentar fazer. Depois de duas tentativas falhadas, acho que esta versão foi a que mais se pareceu com o produto comprado, mas sem corantes nem conservantes. Claro que continua a não fazer bem à saúde, se comida em excesso, mas ou se faz ou não se faz e fazer algo saudável que não me faça lembrar a Nutella é meio caminho andado para não lhe tocar e sair a correr para comprar uma embalagem nova. Assim, prefiro tentar comer menos mas estar a comer algo que me sacie.

Espero que gostem.

____________________________

Nutella

[faz 3 frascos pequenos]


Ingredientes:

- 1 embalagem de leite condensado (usei light)

- 30 gr de avelãs sem pele

- 120 gr de chocolate negro (70% cacau)

- 150 gr de chocolate de leite

- 80 gr de leite


Preparação:

Coloque as avelãs no copo da Bimby e triture 20 segundos, velocidade 9. Junte os chocolates e triture mais 15 segundos, velocidade 9. Junte a lata de leite condensado e o leite e programe 4 minutos, 60º, velocidade 2. Findo o tempo programe 1 minuto velocidade 7 e verta em frascos esterilizados. Delicie-se!

_____________________________

 

 

 

 

 

 

domingo, 10 de maio de 2015

Sementes de chia

Depois de passear por alguns blogs australianos, com propostas irrecusáveis com sementes de chia, quis eu própria fazer a minha versão.

As sementes de chia têm a particularidade de inchar e serem gelatinosas e a verdade é que fiquei muito curiosa em aplicá-las numa sobremesa. Fazem tão bem à nossa saúde que incluí-las numa sobremesa quase nos faz pensar que podemos comê-la sem pecado...

O chocolate e o maracujá foram os ingredientes escolhidos e o resultado final é mesmo delicioso. Não hesitem em experimentar.

________________________

Mousse de chia com cacau e maracujá

[faz 4]


Ingredientes:

- 280 gr de leite de coco

- 2 colheres de sopa de cacau magro

- 2 colheres de sopa de açúcar de coco (ou amarelo, ou mel)

- 35 gr de sementes de chia

- 4 maracujás

- 1 colher de chá de mel de rosmaninho

- raspas de chocolate


Preparação:

Coloque no copo da bimby o leite de coco, o cacau e o açúcar e programe 15 segundos, velocidade 4. Junte as sementes de chia e dê 2 toque de turbo.

Distribua por 4 taças de sobremesa. Leve ao frio para prender.

No copo limpo coloque a polpa de 4 maracujás e a colher de mel e programe 4 minutos, 70º, velocidade colher inversa.

Findo o tempo deixe arrefecer.

Depois de frio e a polpa de maracujá fria, distribua por cima da mousse e finalize com raspas de chocolate.


Alternativa de preparação:

Misture bem o leite de coco, o cacau e o açúcar. Junte as sementes de chia que previamente moeu grosseiramente num almofariz.

Distribua por 4 taças de sobremesa. Leve ao frio para prender.

Misture a polpa de 4 maracujás com a colher de mel e leve ao lume até obter uma polpa açucarada e uniforme. Deixe arrefecer.

Depois de frio e a polpa de maracujá fria, distribua por cima da mousse e finalize com raspas de chocolate.

_______________________

 

 

 

 

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Mais um dia um!

E o tema deste mês do Dia um...Na cozinha! são as tartes e quiches. Cá por casa adoramo-las e se pesquisarem aqui no blog são mais que muitas, das mais às menos saudáveis. Sem dúvida uma refeição bem versátil. Uma entrada, um prato principal, a rainha do piquenique e das refeições no trabalho. Com peixe, com carne, com vegetais, uma delicia.

Hoje resolvi fazer uma quiche bem vistosa, repleta de verde mas com uns apontamentos vermelhos. Sabia que ia ficar boa e bem aromática mas depois da primeira trinca estou certa que ultrapassou qualquer expectativa mais otimista! Ficou deliciosa e crocante. Uma base a repetir muitas e muitas vezes! Um recheio cremoso, e delicioso. Aprovadissimo!

Experimentem e digam lá se não concordam!?

__________________________

Quiche de curgete e espargos com pesto


Ingredientes:


Para a base:

- 180 gr de farinha (usei branca de neve)

- 1 gema L

-25 gr de água gelada

- 75 gr de manteiga fria

- 2 hastes de salsa

- 1 colher de chá de mostarda em grão

- 1 colher de café de sal


Para o recheio:

- 200 gr de leite evaporado

- 2 ovos L

- 2 queijos frescos magros (pequenos)

- 2 colheres de sopa de pesto de rúcula (usei ESTA receita)

- 250 gr de curgete ralada (com casca)

- 200 gr de queijo mozarela ralado

- 6 tomates cereja

- 7 espargos

- folhas frescas de oregãos

- sal e pimenta qb


Preparação:

Comece pela base. Coloque todos os ingredientes no copo da Bimby e processe 15 segundos, velocidade 6. Deve obter uma massa tipo migalhas.

Estique com o rolo da massa e coloque numa tarteira de fundo amovível com 22 cm. Pique com um garfo, cubra com papel vegetal e coloque por cima feijão/grão seco para fazer peso e impedir que a massa cresça no forno.

Coloque no frio por 30 minutos.

Pré-aqueça o forno a 200º.

Coloque o leite evaporado, os ovos, o queijo fresco e o pesto no copo da bimby. Junte sal a gosto e pimenta moída na altura. Processe 15 segundos, velocidade 5.

Retire a base do frio e coloque no forno por 10 minutos. Findo o tempo, tire o feijão/grão e deixe mais 5 minutos no forno.

Retire, preencha com a curgete ralada e o queijo. Distribua os espargos e os tomates cereja. Distribua por cima o recheio e leve ao forno por 30 minutos. Depois de fria remate com folhas de oregãos frescos.

Bom apetite!


Alternativa de preparação:

Comece pela base. Amasse bem todos os ingredientes até obter uma massa tipo migalhas. Esta massa é sensível a uma temperatura elevada. Tente manter as mãos frias enquanto liga.

Estique com o rolo da massa e coloque numa tarteira de fundo amovível com 22 cm. Pique com um garfo, cubra com papel vegetal e coloque por cima feijão/grão seco para fazer peso e impedir que a massa cresça no forno.

Coloque no frio por 30 minutos.

Pré-aqueça o forno a 200º.

Misture bem o leite evaporado, os ovos, o queijo fresco e o pesto. Tempere com sal a gosto e pimenta moída na altura.

Retire a base do frio e coloque no forno por 10 minutos. Findo o tempo, tire o feijão/grão e deixe mais 5 minutos no forno.

Retire, preencha com a curgete ralada e o queijo. Distribua os espargos e os tomates cereja. Distribua por cima o recheio e leve ao forno por 30 minutos. Depois de fria remate com folhas de oregãos frescos.

Bom apetite!

_________________________

 

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Pesto

Nas vésperas de um fim-de-semana fora costumo ter o cuidado de não deixar alimentos perecíveis dentro do frigorífico. Durante a semana acabo por programar as refeições de maneira a acabar com tudo o que possa estragar-se na nossa ausência.

Esta massa que trago hoje nasceu deste improviso. Um pouco de queijo feta já aberto, um pouco de rúcula que não foi gasta na salada, um tomate quase a sair do prazo e um frasco de azeitonas já insertado. E assim se fez uma refeição deliciosa, cheia de produtos mediterrânicos, para almoçar no trabalho.

_________________________

Massa com pesto de rúcula

[serve 2 pessoas]


Ingredientes:


Para o pesto:

- 40 gr de pinhões

- 1 dente de alho pequeno

- 60 gr de rúcula

- 15 gr de parmesão ralado

- 30 gr de azeite

- sal e pimenta qb


Para a massa:

- 150 gr de penne integral

- 100 gr de queijo feta

- 1 tomate

- 1 mão cheia de rúcula fresca

- 2 colheres de sopa de rúcula

- 2 colheres de sopa de azeitonas às rodelas


Preparação:

Coloque todos os ingredientes para o pesto num robot de cozinha e reduza até estar na consistência que lhe agrada. Prove e retifique os temperos. Não abuse do sal porque o queijo tende a ser salgado.

Conserve o pesto num frasco esterilizado dentro do frigorífico com um fio de azeite à superfície.

Coza a massa de acordo com as instruções da embalagem.

Depois de cozida, escorra e junte duas colheres de sopa de pesto. Junte o queijo feta esfarelado, o tomate cortado em cubos, as rodelas de azeitona e finalize com algumas folhas de rúcula.

Bom apetite!


Nota: uma excelente refeição para levar para o trabalho.

____________________________

domingo, 19 de abril de 2015

Utilizar claras

Estranhamente as últimas análises que fiz acusaram colesterol. Fiquei para morrer… Eu, senhora de análises com valores sempre abaixo do mínimo em todos os items, confesso que fiquei incrédula. Incrédula com os resultados e com o eventual impacto que terá na minha alimentação e rotina. Claro está que fiquei "doente" com a possibilidade de ter que ajustar a minha alimentação e isso só me deu ainda mais vontade de comer todas as porcarias e mais algumas… Até croissants, que é algo que não aprecio por aí além e ainda bem, porque está atolado em carradas de manteiga…

Claro que o Mário ainda teorizou que o facto de ter feito as análises no dia 26 de dezembro não terá sido uma ideia lá muito boa… Eu cá acho que, aos poucos, lá vou ter de cortar em algumas coisas. E evitar pensar em privações e dietas, que nestas coisas sou mil vezes pior que as crianças.

Por isso, para começar a semana resolvi fazer um bolo com poucas gorduras e feito à base de claras. Achei que talvez ficasse enfadonho, mas na verdade ficou bastante bom.

Esta é uma ótima forma de não me sentir assim tão mal e ao mesmo tempo aproveitar algumas claras que tenham pelo congelador.

___________________________

Bolo de claras


Ingredientes:

- 7 claras L

- 150 gr de açúcar (em pó)

- 80 gr de farinha Branca de Neve

- 1 colher de sobremesa de canela


Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º.

Bata as claras com um pouco de sal refinado. Assim que começarem a fazer picos macios vá juntando o açúcar colher a colher, deixando batendo bem entre cada uma delas. Está no ponto quando obtiver um castelo firme e brilhante. Junte a farinha com a canela peneiradas e adicione, aos poucos, às claras. Com o auxílio de uma espátula de silicone envolva em movimentos lentos de baixo para cima.

Verta o preparado para uma forma antiaderente de buraco (não unte). Garanta que não deixa espaços com ar, acamando bem cada colherada que deitar na forma.

Leve ao forno por 40 minutos.

Findo o tempo retire do forno e volte a forma de cabeça para baixo e assente o centro num copo/frasco voltado ao contrário até arrefecer por completo. Passe com uma faca à volta de todo o bolo e desenforme.

Este comi com lemon curd que tinha feito. Ainda que o sabor forte do creme anule um pouco o sabor do bolo, não deixa de ser uma mistura deliciosa. Nem preciso de dizer que o bolo é por si só delicioso mesmo assim.

_______________________

 

 

 

domingo, 12 de abril de 2015

Chocolate e pêra

Há dias em que nos apetece mordiscar qualquer coisa doce. Eu garanto que a mim isso acontece praticamente todos os dias, por isso, normalmente tenho um bolinho feito para poder levar para o lanche ou simplesmente saciar os meus pequenos episódios de assalto à cozinha.

Num destes dias fiz esta pequena maravilha. Simplesmente porque adoro a combinação da pera e do chocolate. É um casamento mais que perfeito. Bem que tentei racionalizar e fazê-los em uni doses, mas na verdade é difícil ficarmo-nos só por um… Vai um cafezinho acompanhado de um destes?

__________________________

Bolinhos de chocolate e pêra

[fez 8 bolinhos]


Ingredientes:

- 2 ovos L

- 180 gr de açúcar amarelo

- 1 iogurte natural

- 70 ml de óleo (usei de noz)

- 250 gr de farinha Branca de Neve

- 1 colher de chá de fermento

- 2 pêras em cubos

- 50 gr de chocolate cortado grosseiramente


Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º.

Bata os ovos com o açúcar até crescer de volume. Junte o iogurte e o óleo e misture até obter uma mistura homogénea. Adicione a farinha e o fermento e misture bem.

Lentamente misture os cubos de pêra e o chocolate e distribua por forminhas de queque os de mini-bolo. Se preferir, pode fazer numa forma de bolo inglês.

Leve ao forno a cozer por 30 minutos ou até estarem cozidos (faça o teste do palito).

_______________________

 

 

 

 

 

 

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Leite de soja

Se deixasse de comer tudo o que, por uma razão ou por outra, faz mal, diria que morreria à fome. Mas isso não significa que não me esforce por comer o mínimo de produtos manufaturados, ou não tenha preferência por produtos biológicos. Ainda que estas escolhas sejam muitas vezes também condicionadas pelos custos dos produtos ou pelo tempo disponível que temos para substituir os produtos de compra, por produtos feitos em casa.

Comecei desta forma para vos explicar a razão porque decidi fazer leite de soja em casa.

Em primeiro lugar porque o leite de soja de compra é manufaturado (com todos os corantes e conservantes). Em segundo lugar porque é caro. Em terceiro lugar porque detesto o sabor e o acho totalmente artificial. Em quarto lugar porque me cansei de ler que o leite de soja leva químicos (alguns referem lixivia) para que sejam brancos.

Faço leite de soja uma vez por semana, cerca de 2 litros. Demoro cerca de 10 minutos a fazê-lo. Adoro o sabor suave. E não tem corantes nem conservantes. Julgo que fiz a melhor opção para mim. Com certeza será bem mais natural.

Depois de ler muito sobre o tema em alguns sites estrangeiros, decidi fazer o leite de soja de uma forma ligeiramente diferente do que tenho lido.

Se experimentarem contem-me como correu, sim

______________________________

Leite de soja

[faz 2 litros]


Ingredientes:

- 2 l de água

- 100 gr de grãos de soja (preferencialmente biológicos)

- 35 gr de flocos de aveia

- 30 gr de açúcar amarelo (opcional)


Preparação:

Coloque os grãos de soja de molho entre 8 e 12 horas. Coloque os grãos, junto com a aveia, no copo da Bimby e adicione 1 litros de água. Processe 15 segundos velocidade 5. Findo o tempo, coe por um passador fininho tendo o cuidado de voltar a colocar no copo os resíduos de soja moídos (chama-se okara e podem utilizar para enriquecer bolos, fazer hambúrgueres, etc.). Volte a juntar mais 1 litro de água e a processar mais 15 segundos velocidade 5. Coe novamente. Junte o leite de soja coado ao copo da Bimby (limpo) e adicione o açúcar. Programe 35 minutos, 100º, velocidade 2. Findo o tempo, elimine com uma colher a espuma que ficou ao de cima e está pronto a utilizar. Reserve no frigorífico depois de frio.


Nota: Caso não tenha Bimby, pode utilizar outro robot de cozinha para moer o grão e os flocos de aveia.

______________________