Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Gelado de pêssego e banana

Na nossa "vida antiga" um dos pontos altos de estarmos em Milfontes de férias eram os pequenos almoços com croissants na Mabi e os lanches com gelados no mesmíssimo sítio. 
Hoje entramos, quando a nossa Joana nos pede gelados, como se nada fosse. Olhamos à volta e percebemos claramente que não conseguimos comer absolutamente nada naquele lugar, exceto eventualmente café ou chá. Olhamos para as mesas sobrelotadas e temos um vislumbre da quantidade de açúcar que comíamos outrora. E não queremos voltar a esse lugar, infelizmente comum.
Embora sabendo a resposta, metemos conversa e perguntamos quando pensam em ter gelados sem açúcar e sem glúten... Até brincamos e dizemos que os diabéticos também têm direito a comer gelados... Mas a recepção não é a melhor. Acham que não teriam saída. E olhando em redor, talvez tenham razão.
Mas o verão é fantástico em termos de variedade e doçura das frutas, não há razões para não fazermos gelados fantásticos em casa. Basta combinar frutas docinha…
Mensagens recentes

Tapioca doce

Em dias de stress mais difíceis é recorrente ganhar apetites depois de jantar. Estou no sofá, a ver TV, ou nas redes sociais, ou mesmo a ler coisas que trouxe do trabalho e a cabeça começa a falar com o estômago, ou o estômago com a cabeça, não sei bem... E às páginas tantas a desconcentração é já tão grande que não tenho outro remédio senão levantar-me e ir para a cozinha... Sejam 22h ou 1 da manhã...
Numa dessas noites o apetite por arroz doce falou mais alto.... Mas não como arroz! Rapidamente me lembrei da tapioca, que antes fazia utilizando a minha receita de arroz doce, mas agora havia mais adaptações a fazer! 
O leite comum foi substituído por leite de coco caseiro, a manteiga por óleo de coco, para além do arroz por tapioca granulada. De resto, os aromas estavam lá. 
Aqui está uma solução bem rápida e deliciosa e sem glúten e sem açúcares refinados. Aos mais gulosos aconselho a adicionaram um pouco mais de mel. Quem diz mel, diz outro adoçante da vossa preferência. 




Tapioca doce  […

Omelete verde

Estou convencida que existem mais de mil formas de cozinhar ovos. Talvez esteja a exagerar, mas no que depender de mim recuso-me a comê-los todos os dias da mesma maneira. 
Esta foi mais uma experiência que correu bem. Embora não seja inovadora, é mais uma sugestão que deixo porque sei o quanto pode ser complicado de manhã não saber o que comer. 
Posso garantir, por experiência própria, que há muito mais do que pão com manteiga... E se eu adoro [adorava] pão com manteiga...



Omelete verde [serve 2]
Ingredientes: - 4 ovos - folhas de espinafre a gosto (1 mão cheia) - uma pitada de sal - queijo da ilha a gosto - 1 fio de azeite
Preparação: Num robot de cozinha coloque os ovos e os espinafres e processe até obter uma mistura líquida verde. Tempere com um pouco de sal, não muito porque o queijo que adiciona no fim tem sal.
Numa frigideira anti-aderente deite um fio de azeite e metade da mistura de ovos e espinafres. Deixe cozinhar bem em lume brando. Antes de dobrar junte umas lascas de queijo da ilha.

Crepes com peru

Cá por casa utilizamos o fim de semana para organizar as refeições da semana. Salvo raras exceções, opto sempre por fazer uma peça de carne assada ou cozinhada a baixa temperatura (numa panela específica) e que depois, pela sua versatilidade, me permite fazer pratos diferentes durante a semana. Mesmo mudando o acompanhamento é muito aborrecido almoçar e jantar sempre o mesmo.
Numa 6ªf à noite, depois de uma longa semana de trabalho e ainda com carne desfiada para processar saíram estes crepes. Na verdade os crepes já estavam feitos foi só descongelar. E montar os ingredientes. A receita de crepes que utilizamos é sempre a mesma e a única que experimentamos e gostamos e que mais se parece com os crepes originais. Não sei quem é a autora original mas são conhecidos como os crepes da Joana. À receita original reduzimos a quantidade de óleo de coco e adicionamos raspas de limão, mas de resto, a receita é igual. Esta receita é muito versátil e tanto podem ser recheados com ingredientes doce…

Mais um!

E trago mais um pequeno almoço. Mais um em que parte foi preparada no dia anterior. Mais um com ovos, porque já não sei viver sem proteína logo demanha. Sacia-me e deixa-me com energia para o dia que começa. Já experimentou? Não deixe de experimentar. 
Enquanto toma a decisão, deixo mais um pequeno almoço variado e nutritivo que se faz num instante. Estes pãezinhos fingidos conquistaram-nos cá por casa. São rápidos e fáceis de fazer. Saborosos... E isentos de culpa... Três em um!



Oopsies, ovos mexidos e fruta [serve 2]
Ingredientes: Para os oopsies: - 3 ovos - 3 colheres de sopa rasas de iogurte grego - sementes de sésamo e papoila (facultativo) - 1 pitada de sal
Para empratar: - 3 ovos - 1 laranja e 1 kiwi - 1 abacate - 1 fatia de queijo da sua preferência - alface qb - azeite e sal qb - pinhões e canela qb (opcional)
Preparação: No dia anterior à noite faça os oopsies. É uma receita muito simples e com a quantidade que refiro acima fiz 6 oopsies. Mantenha o racio de uma colher de sopa de iogurte por c…

Gelados de pau

Um dos gelados preferidos da Joana é o Calipo. Não interessa o sabor. No verão passado consegui conquista-la com uns gelados feitos em casa com umas forminhas de gelados comparados no ikea. Fazíamos um Tang e depois deitava o sumo nas formas e levava-as ao congelador e tínhamos gelados!
Mas esta solução não resolvia duas questões: o facto de não serem verdadeiros sumos de fruta e de não reduzir em nada a quantidade de açúcar que está presente em ambos os gelados...
Este ano prometi que seria diferente. Este calor extraordinário e fora da época já trouxe os primeiros pedidos de gelados. Combinei com ela fazermos uns gelados de pau, como ela lhe chama, mas com sumos de fruta de verdade. Ficou entusiasmada e pediu-me gelados de morango, framboesas e sumo de laranja. Queria uns gelados arco-íris! 
Com framboesas em casa não quis deixar passar a oportunidade e comecei a seguir o plano. Mas assim que provei as framboesas, já desfeitas em sumo, percebi logo que não ia resultar. Intragável ao pa…

Taças de chia

Esta nova forma de comer fez-nos descobrir novos sabores. Quando deixamos de comer sempre o mesmo ao pequeno almoço, o pãozinho com manteiga e leite com café, somos "obrigados" a ser engenhosos e arranjar substitutos à altura. Não esquecer que quando me perguntavam qual era o meu prato preferido eu dizia "leite com café e carcaça torrada com manteiga". 
Hoje não me imagino a retomar os velhos hábitos, mas foi graças a este recomeço que descobri este pequeno almoço. A blogosfera está inundada de receitas diferentes com as mais variadas combinações. Hoje deixo a versão mais simples. A minha versão. Mas, o céu é o limite. Ouse misturar sabores.
Estas taças foram acompanhadas de um ovo mexido com queijo. 




Taças de chia com fruta [serve 2]
Ingredientes: - 3 colheres de sopa de chia - 2 folhas de manjericão (opcional) - 1 chávena de leite de coco (250 ml) - Há uma receita no blog - 1 banana, 1 kiwi, 1 mão cheia de framboesas e 1 maracujá
Preparação: Num copo hidrate as sementes de …